Amanhã (15), Brasília sediará grande ato em defesa da educação pública. Não acreditamos no suposto recuo do governo, divulgado hoje à noite pela imprensa, em relação aos cortes no orçamento de universidades e instituições de ensino.

Em vez de abrir uma mesa de diálogo com a comunidade acadêmica, o governo Bolsonaro demonstra sua face despótica ao recorrer à Força Nacional para intimidar a manifestação legítima do povo. É absurda a tentativa de cercear a liberdade dos estudantes e de todos e todas que saem à luta em defesa do desenvolvimento do país por meio da educação.

Da mesma forma que agimos para garantir o direito à livre manifestação dos povos indígenas, no mês passado, atuaremos para impedir essa arbitrariedade, que também é um desrespeito às forças de segurança locais. O Distrito Federal sempre foi cenário de grandes manifestações e as nossas polícias atuaram sem necessidade de intervenção federal. Está clara a intenção do presidente da República e do ministro da Educação: não se trata de garantir a segurança patrimonial e nem das pessoas, mas de silenciar o descontentamento com esse governo autoritário e incapaz de propor soluções para os problemas concretos da população brasileira.

Fábio Felix, deputado Distrital e presidente da Comissão de Direitos Humanos da CLDF

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.