Primeira reunião de trabalho aconteceu na última sexta (8) com apreciação do Plano de Trabalho elaborado pelo Gabinete 24.

Desde as provocações ao Executivo até a instalação do CPI do feminicídio, a articulação junto aos movimentos feministas e de mulheres foi constante. Escolhido para a função de relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, Fábio Felix e o Gabinete 24 decidiram que o documento final será fruto de uma pactuação coletiva. Para tanto, na última sexta-feira (8), o Gabinete 24 realizou a primeira reunião de trabalho para construção do relatório da Comissão. O encontro foi na Câmara Legislativa do DF.

Representantes de diversos coletivos e entidades deram suas contribuições ao Plano de Trabalho da CPI do Feminicídio. Estiveram presentes integrantes do Fórum de Mulheres do DF e Entorno, do Instituto de Bioética (ANIS), da Marcha Mundial de Mulheres, do Fórum em Defesa dos Direitos das Mulheres do DF e Entorno, além do Coletivo Juntas, do Comitê organizador da Marcha das Margaridas, do Setorial de Mulheres do PSOL e da Secretaria de Mulheres do PT. O cronograma de atuação da Comissão em 2019 recebeu o aval das mulheres.

“A relatoria terá papel fundamental nos questionamentos, na sugestão de políticas públicas e nas decisões corretas que devem ser adotadas tanto para prevenção quanto para investigação dos casos de feminicídio. Agora é hora de dedicação total para a formulação de um relatório participativo e capaz de dar as respostas que a sociedade espera de nós. Faremos isso de forma colaborativa, junto das mulheres que quiserem somar ao nosso trabalho”, declarou o deputado Distrital Fábio Felix.

Assembleias Itinerantes

No último fim de semana, a Assembleia Popular Pela Vida das Mulheres e Contra o Feminicídio esteve com moradoras de Planaltina e de Águas Claras, criando uma frente ampla de atuação da CPI nas regiões. A Comissão foi tema central dos debates. As participantes elencaram os principais problemas do cotidiano e que colaboram para colocar as mulheres em situação de maior vulnerabilidade: melhorias no transporte e na mobilidade urbana; formação nas escolas e medidas de proteção foram os temas mais recorrentes.

Os próximos encontros da Assembleia estão marcados os dias 16 e 17, em novas regiões administrativas.

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.