fbpx

De autoria do deputado distrital Fábio Felix (PSOL/DF), proposta cria Programa Distrital de Auxílio Emergencial para Trabalhadores Ambulantes, Bares, Restaurantes e Lanchonetes

De acordo com pesquisa do IBGE divulgada ano passado, o número de desempregados no DF cresceu 37% de maio a novembro de 2020. Para Fábio Felix, a pandemia não é a única culpada: “Se o governo tivesse garantido aos trabalhadores o direito de cumprirem o isolamento, teríamos salvo milhares de vidas e a economia também estaria melhor”. Segundo dados da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel-DF), só no setor de alimentação mais de 20 mil pessoas perderam seus empregos desde o início da pandemia.

O projeto também prevê que o GDF poderá regulamentar o abatimento de dívidas destas empresas junto à Receita do Distrito Federal através da doações de alimentos, a serem destinados pela Secretaria de Desenvolvimento Social a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Para o deputado, este projeto faz parte de uma série de medidas que o governo já deveria ter adotado desde o ano passado: “Logo nos primeiros meses da pandemia a CLDF aprovou, por exemplo, uma lei de minha autoria que permite ao BRB disponibilizar uma linha de crédito a juro zero a pequenas e micro empresas – mas que nunca foi colocada em prática. Ao que parece, o Banco de Brasília prefere emprestar dinheiro ao filho do presidente do que salvar empregos”, afirmou.

Poderão ser beneficiados pelo programa estabelecimentos comerciais da área de alimentação e afins, desde que estejam situados no DF e sejam enquadrados como Microempresa (ME), Empresário Individual (EI) ou Microempreendedor Individual (MEI).

Confira a íntegra do texto:

PL-AUXILIO-ME-MEI-RAMO-ALIMENTICIO

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.