Hoje é o Dia Internacional dos Direitos Humanos, dia também em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 71 anos. Mais do que nunca, temos que levantar nossas vozes para lembrar às pessoas que os direitos humanos estão a serviço da construção de um projeto civilizatório que promova o respeito, a igualdade, a fraternidade, a liberdade e o direito à vida.

Com a ascensão do governo Bolsonaro, inimigo declarado dos direitos humanos, viramos uma pária internacional. A desqualificação dos direitos humanos têm sido crescente, numa tentativa de desqualificar tantas lutas.

Somos um dos países mais inseguros para defensores e ativistas dos direitos humanos. Nos últimos anos, vi pessoas próximas a mim terem suas vidas interrompidas ou serem obrigadas a deixarem o país para se manterem vivos. Marielle Franco, Jean Wyllys e Débora Diniz são alguns destes tristes exemplos. Apesar de continuarem tentando nos calar, seguiremos firmes na luta em defesa dos direitos de todas e todos.

Como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF, tenho trabalhado incansavelmente para trazer nosaas pautas para o centro das discussões e fazer uma defesa intransigente do conceito e do acúmulo histórico que conseguimos ao longo das últimas décadas.

A defesa dos direitos humanos têm mandato aqui no Distrito Federal.

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.