Mata Atlântica, Pantanal, Cerrado e Amazônia. Os principais biomas do Brasil estão enfrentando uma das piores crises ambientais das últimas décadas, com queimadas, muitas vezes criminosas, se alastrando pelo país.

Dados consolidados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) revelam que só o Pantanal já registrou 15.477 queimadas de 1º de janeiro até 15 de setembro deste ano, contra 4.936 no mesmo período do ano passado – o representa um aumento de mais de 213%.

Há regiões que estão sofrendo com incêndios há quase 50 dias, e enquanto isso o governo corta orçamento do Meio Ambiente, Bolsonaro dá risadas sobre as queimadas e ainda afirmou, essa semana, que o “Brasil está de parabéns” pela forma como preserva o seu meio ambiente.

A curto-prazo, a maneira mais efetiva que temos para ajudar é apoiando voluntários e organizações que montaram brigadas para conter as chamas, apoiar aldeias indígenas (quase metade das terras indígenas no Pantanal estão pegando fogo), cuidar das pessoas que estão perdendo suas propriedades e tratar dos animais que estão sofrendo.

Confira a lista de ONGs e voluntário/as que estão recebendo doações:

Brigada Alto Pantanal: No esforço de criar brigadas permanentes para apagar os focos de incêndio e patrulhar as regiões da Serra do Amolar, Parque Nacional e Parque Estadual Encontro das Águas, o Instituto Homem Pantaneiro organizou uma campanha de arrecadação para contratar brigadistas e garantir toda estrutura necessária para o trabalho. A campanha está em um site de financiamento coletivo.

AMPARA Animal: A ONG criou uma campanha para arrecadar fundos para animais que estão sendo resgatados de queimadas no Pantanal, que ocorrem desde julho. A AMPARA Animal também está recrutando veterinários para compor a equipe de voluntários na região. A campanha Pantanal em Chamas ocorre em um site de financiamento coletivo.

Fundação Ecotrópica: Trabalhando há 31 anos com a preservação da natureza no Pantanal mato-grossense, a Fundação Ecotrópica atualmente se empenha para conter os incêndios na região e resgatar animais feridos e afetados pelo fogo. A ONG está aceitando qualquer tipo de doação. As necessidades vão desde máscaras, luvas, perneira, botinas, camisetas, soro fisiológico, até medicamentos como, gaze, pomadas de queimadura, rifocina, repelente e demais itens farmacêuticos e de uso pessoal. Saiba aqui como ajudar.

Articulação dos Povos Indígenas do Brasil: A APIB é uma instância de aglutinação e referência nacional do movimento indígena no Brasil, aglutinando organizações regionais indígenas de todo o país. Todo o valor arrecadado é usado para comprar alimentos, remédios e material de higiene para as aldeias. Você pode contribuir no site ou nesta vakinha.

Instituto Acaia: O Acaia Pantanal está presente no dia a dia da população ribeirinha, atuando junto às famílias e atores locais, conjugando educação e proteção social como meios de assegurar o desenvolvimento integral dos moradores da beira do rio e contribuir para o desenvolvimento socioambiental da região. Veja como ajudar clicando aqui.

Comitiva Esperança: A Comitiva Esperança leva alimentos, produtos de higiene e informação às comunidades carentes do Pantanal e do Cerrado de Mato Grosso do Sul. Ajude clicando aqui.

SOS Pantanal: O Instituto SOS Pantanal depende de parcerias e doações para manter sua estrutura e conduzir suas atividades. Aqueles que contribuem, apoiam ações que visam a sustentabilidade social, ambiental e econômica da Bacia do Alto Paraguai, que abriga o Pantanal. Para doar, acesse aqui.

Com informações do Catraca Livre, Instituto Socioambiental e Hugo Fernandes.

Fontes:

https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Sustentabilidade/noticia/2020/09/policia-federal-investiga-acao-criminosa-e-premeditada-em-incendios-no-pantanal.html

http://queimadas.dgi.inpe.br/queimadas/portal-static/estatisticas_estados/

https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/wp-content/uploads/2020/09/dados-inpe-print.jpg

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.