No dia da mentira, Bolsonaro fez o que parecia inacreditável: editou a Medida Provisória 935 que autoriza o corte dos salários e a jornada de trabalho em até 100% sem uma compensação equivalente, que impeça a perda de renda da população. O governo brasileiro continua agindo na contramão do que tem feito governantes de todo o mundo para proteger trabalhadores durante a pandemia do coronavírus.

É uma política equivocada e extremamente danosa calcular a compensação ao trabalhador com base no seguro-desemprego, e não no valor real do salário. Como bem pontuou a economista Laura Carvalho em seu perfil no Twitter, quem ganha mais de 3,5 salários mínimos poderá ficar com menos da metade de sua renda atual. É um crime contra o trabalhador brasileiro.

Para vocês terem um exemplo, o conservador governo britânico abandonou a política de austeridade e se comprometeu a pagar 80% do salário dos trabalhadores para evitar demissões. Até os EUA querem amparar as famílias com cheques de até U$ 3 mil (R$ 15 mil) para garantir o isolamento social. O estímulo total que o governo estadunidense fará na economia, cerca de 2 trilhões de dólares, é mais do que o PIB do Brasil.

As ações do governo Bolsonaro, além de atrasadas, são tímidas e covardes, sempre pensando primeiro em salvar os grandes empresários e os mais ricos, deixando o povo e as micro e pequenas empresas, que são as que mais geram empregos, jogadas à própria sorte. As famílias brasileiras não podem mais esperar que a renda básica universal seja sancionada e paga somente a partir da semana que vem. A fome nos exige pressa e urgência!

É preciso radicalizar se quisermos que o Brasil se reerga depois dessa calamidade sanitária. Os neoliberais da extrema-direta estão lutando pela diminuição de direitos e de gastos sociais enquanto permitem que o Estado garanta mais lucro para os grande acionistas. Uma solução para começarmos a enfrentar esse problema é taxarmos as grandes fortunas, previsto na Constituição brasileira de 1988 e que nunca foi regulamentado.

É preciso tirar Bolsonaro pro Brasil conseguir superar essa crise. Só assim conseguiremos fortalecer o Estado e aumentar a rede de proteção social que nos permitirá enfrentar a pandemia do coronavírus sem mais perdas de vidas humanas e prejuízos na economia.

0 0 vote
Article Rating
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.