O GDF anuncia um pacote de renúncia fiscal – que inclui a redução do IPVA – ao mesmo tempo em que defende a limitação do Passe Livre Estudantil (PLE). A medida vai na contramão das boas práticas adotadas por outros países, que incentivam o transporte público em detrimento do transporte individual.

Em vez de prejudicar os estudantes, Ibaneis devia abrir a caixa preta do DFTrans, que já foi alvo de inúmeras denúncias. Ao desconsiderar o projeto de manutenção e ampliação do PLE, o GDF ataca a juventude e todos os movimentos que lutaram e lutam pelo direito à mobilidade e ao Passe Livre.

Quem não está pensando em quem mais precisa é o governo, que ao orientar sua gestão para o empresariado, ignora as pessoas que necessitam desse benefício. Passe Livre Estudantil não é privilégio para ninguém, mas necessidade! São muitos os relatos de estudantes que hoje já têm o seu direito desrespeitado pela burocracia do DFTrans, que impõe uma série de dificuldades para que o jovem acesse o PLE.

A proposta de manter e ampliar o passe livre não é só nossa, mas do Movimento Pelo Passe Livre (MPL), de toda a juventude do DF e de outros parlamentares signatários do Projeto de Lei: Arlete Sampaio, Chico Vigilante, Leandro Grass e Reginaldo Veras. Educação é um direito inegociável e estamos prontos para defender que todas as famílias tenham acesso ao saber!

Fábio Felix, líder da minoria e presidente da Comissão de Direitos Humanos da CLDF

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.