Esta é a “Notícias da semana”, a newsletter semanal do mandato do Dep. Distrital Fábio Felix (PSOL/DF). Para se inscrever e receber este conteúdo diretamente no seu email, clique aqui.

 URGENTE  A Comissão de Direitos Humanos da CLDF recebeu hoje (26/04) diversas denúncias acerca de violência cometida por policial militar contra aluno do CED 07, escola pública militarizada no início do ano. Em diligência realizada na manhã de hoje foi constatada a ocorrência. A CDH repudia a atitude e informa que adotará todas as medidas institucionais cabíveis, inclusive acionando o Ministério Público para que se manifeste acerca dessa arbitrariedade e grave violação de direitos.

A atitude dos policiais e a desproporcionalidade da força aplicada mostram o despreparo das pessoas envolvidas no projeto de militarização do GDF. São cenas deploráveis e inaceitáveis e que atestam a nossa posição de falta de qualquer planejamento e inaptidão dos profissionais que deveriam proteger os estudantes.

Confira aqui nossa nota oficial e um dos vídeos enviados ao nosso mandato e compartilhado nas redes sociais.

E, pra variar, o desrespeito do governo Bolsonaro também foi longe demais. Além de convocar a Força Nacional para impedir e coibir a vinda de indígenas para o Acampamento Terra Livre (ATL), no primeiro dia de mobilização houve pressão da Polícia Militar do DF para que ela saísse das proximidades da Câmara Federal. O #Gabinete24, junto com a bancada federal do PSOL e outros parlamentares, esteve ao lado dos representantes dos povos tradicionais para não ceder. Juntos  garantimos a permanência da manifestação na Esplanada .

Apesar de todas as dificuldades, as comunidades tradicionais do DF conseguiram ampliar a voz da luta pela política indígena aqui na CLDF. Organizamos uma sessão solene em homenagem à resistência dos povos originários. É histórico o desmonte, a precarização de infraestrutura das reservas e intolerância à cultura nos espaços da cidade.

Fizemos um compilado com todas as falas, confere só:

Na cultura a situação também não está fácil. Estamos na luta pelas bibliotecas públicas do DF. O debate aconteceu durante audiência pública para a cobrar a manutenção das bibliotecas. Nossa maior preocupação é com a reestruturação por parte da Secretaria de Cultura, que deve incentivar e assumir a responsabilidade de  utilizar as bibliotecas como centro das políticas públicas culturais  das cidades.

“Nós temos o dever de acabar com a politicagem contra as bibliotecas públicas”. Veja o vídeo:

PS: Quer receber esse ou outro vídeo no whatsapp? Adiciona nosso número (61) 99964-3117  e envie uma mensagem para a Fabi!

Também rolou por aqui uma audiência pública para defender a militarização das escolas, um debate puxado pela base do governo mas que nós não poderíamos deixar de participar. Entre os apoiadores ao projeto de “Gestão Compartilhada” percebemos uma grave percepção de liberdade: quem não concorda, sai. A briga deles não é pela qualidade da educação, mas pela implementação de padrões aos quais eles se sentem confortáveis.

Quer acompanhar como foi a discussão? Confere lá no nosso Instagram ???

A nossa fala também ecoou através da Lucci, assessora aqui do gabinete. Militante trans, ela deu uma aula sobre como o  falso moralismo está punindo a juventude das periferias  – sendo que os mesmo problemas acontecem também na maioria das escolas particulares. A fala dela sobre a importância da subjetividade foi de arrepiar e constranger os defensores do projeto. Confere lá no facebook.

A falta de um projeto pedagógico ficou ainda mais nítida quando visitamos na quarta o Centro Educacional 07, na Ceilândia – uma das quatro escolas militarizadas pelo GDF. Até hoje o governador não enviou à Câmara Legislativa o escopo do projeto e isso ficou evidenciado também na conversa com as diretoras, professoras/professores e também os policiais que atuam na escola.

Na segunda teremos uma aula pública sobre a militarização, onde vamos falar sobre esta visita e outros dados. Partiu?

Sobre a Reforma da Previdência, também tem muita gente precisando de aula ?, e esta semana participamos do lançamento do  Fórum Distrital Contra a Reforma da Previdência . É uma mobilização unificada e constante contra a reforma da previdência para mostrar a força trabalhista que não está aceita os argumentos fracos do presidente e seus ministros.

Nós do PSOL estamos com comitês em vários lugares do Brasil para promover um grande movimento digital contra a aprovação da reforma da previdência. É muito importante que a gente se mobilize e debata com familiares e amigos os pontos problemáticos. Fizemos um site com as principais dúvidas e materiais para divulgação.

Nós somos contra a reforma da previdência. E você?

Por fim, temos uma vitória para comemorar: conseguimos dar um salto no direito à habitação no DF. Aprovamos uma emenda ao projeto apresentado pelo Ibaneis para mudanças nas atribuições da Agefis ?

O mandato conseguiu  criar um protocolo humanizado para desocupações , garantindo tratamento específico e prioritário para mulheres, idosos, crianças e deficientes físicos; e determinando que o GDF deve ofertar abrigo provisório e transporte para as pessoas e seus pertences (em caso de vulnerabilidade socioeconômica). Enfim, uma política pública específica de assistência para as famílias que há anos enfrentam tratores e violação de seus direitos.

Não deixe também de acompanhar as nossas redes sociais para ficar sempre em dia com as novidades.

 

Um abraço,
Fábio Felix

Gostou do conteúdo?

Inscreva-se na nossa Newsletter e receba direto no seu email tudo o que acontece no mandato e na Câmara Legislativa do DF:

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.