Apresentaremos requerimento para a retirada de pauta do Projeto de Lei que autoriza o GDF a privatizar parte da saúde do DF. Conforme temos destacado, especialistas, Conselho de Saúde e usuários sequer foram consultados e essa matéria não pode ser decidida em sessão extraordinária. Mesmo após diversas alterações, o PL abre o caminho para o desmonte do SUS, a entrega da saúde para a terceirização além de tudo, a proposição foi apresentada sem estudos técnicos que justifiquem a medida e diálogo com a sociedade. O que estamos assistindo é uma tentativa de impor medidas a toque de caixa que têm impactos sem precedentes. A convocação extraordinária é o desdobramento das ameaças feitas pelo governador, além de ser uma decisão tomada a partir do diálogo rápido e insuficiente com a Câmara Legislativa do DF. Nossa posição será em defesa do Sistema Único de Saúde, dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde e por melhorias estruturais que se ancorem em análise técnica fundamentada na realidade da saúde local e nos anseios da população.

Brasília, 22 de janeiro de 2019.
Fábio Felix, deputado Distrital e presidente da Comissão de Direitos Humanos da CLDF

Conheça nosso Boletim eletrônico!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.