Um dos becos recebeu grafites na temática LGBTI+ como forma de marcar a luta contra o preconceito

O tradicional Encontro de Grafites do Setor Comercial Sul chegou à terceira edição em novembro. Foi a vez de o Buraco do Rato ser revitalizado a partir do trabalho de artistas da cidade, que foram selecionados por edital. As Equipes do coletivo No Setor, do Comitê Permanente de Grafite e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF foram responsáveis pelo projeto.

Os artistas pintaram as paredes do beco da Quadra 6 e da Galeria Nova Ouvidor, popularmente conhecida como Buraco do Rato. Cada grafiteiro teve uma área de 10 m² para registrar seu trabalho. Emenda no valor de R$ 90 mil, de designação do deputado Distrital Fábio Felix (PSOL), viabilizou a pintura de uma parte do Buraco do Rato. Um dos trechos recebeu grafites na temática LGBTI+. O objetivo é saudar a luta pela cidadania LGBTI+ e contra a LGBTFobia.

Existe uma demanda dos grafiteiros de ocupar o centro da cidade com arte. Foram reunidos esforços de várias partes para a viabilização do projeto, e a criação de um beco LGBTI+ no Setor Comercial Sul veio para coroar a terceira edição do nosso evento, segundo Ian Viana, integrante do coletivo No Setor. O ativista também revelou que uma parte dos recursos foram destinados para a contratação de quatro pessoas em situação de rua que trabalharão como guias do tradicional tour gratuito promovido pelo coletivo.

Valorizar a arte urbana é reconhecer a vocação da nossa cidade, que sempre se destacou pela presença de coletivos fortes em talento e em poder de mobilização. Iniciativas como as do No Setor e do Comitê de Grafite precisam ser potencializadas no DF.

0 0 vote
Article Rating
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.