Ativistas, servidores da saúde e Gabinete 24 cobram melhorias ao GDF; usuários pedem que serviços do ambulatório cheguem à população trans mais vulnerabilizada

O deputado Distrital Fábio Felix se uniu aos organizadores dos 15 Dias de Ativismo Pela Visibilidade Trans, aos usuários e servidores da saúde para pedir a expansão dos serviços ofertados hoje pelo Ambulatório Trans da Secretaria de Saúde do DF. Ativistas da pauta e profissionais da área identificaram alguns problemas como falta de insumos e dificuldade de atendimento aos moradores das regiões mais distantes.

Outra dificuldade relatada é o acesso à atenção primária a saúde. “A maioria das pessoas que frequentam o Ambulatório (70,00 %) nunca tiveram qualquer acompanhamento prévio em serviço de saúde em seus processos de transição de gênero”, aponta documento que foi entregue ao secretário de saúde do GDF, Osnei Okumoto, com pedidos de providências. Também foi identificada a necessidade de educação permanente dos servidores, em particular àqueles que estão na linha de frente do Ambulatório Trans, para uma abordagem mais adequada. Além disso, foi destacada a necessidade de compra de insumos básicos para a transição de gênero, como hormônios ainda não padronizados pela Secretaria.

“O Ambulatorio só existe por causa da luta diária das pessoas que estão aqui hoje e das outras que infelizmente não resistiram para presenciar esse momento. Esse é um espaço de acolhimento e de atenção à saúde da população Trans, mas que, infelizmente, carece de financiamento. Vamos lutar na CLDF para melhorar os serviços, inclusive destinando emendas para que este espaço seja mais bem estruturado”, destacou o deputado Distrital e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa, Fábio Felix.

Depois da conversa sobre necessidades de melhorias no local, os participantes realizaram um ato de abraço coletivo ao Ambulatório. “Essa é uma conquista que precisa ser valorizada e fortalecida. Hoje reivindicamos a assistência integral às pessoas Trans para que as políticas públicas sejam mais efetivas, mas também reconhecemos a importância desse equipamento”, afirma Lucci Laporta, mulher Trans e assessora do Gabinete 24.

Fábio Felix visita Ambulatório Trans e cobra melhoria dos serviços ao GDF

0 0 vote
Article Rating
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.