Segundo dados do Censo da Educação Superior do Inep (2017), temos mais de 50 mil indígenas matriculados no ensino superior no Brasil, mas a grande maioria deles (42,8 mil) em instituições privadas. Queremos debater: por que a juventude indígena continua com baixo acesso ao ensino superior?

Participe da Audiência Pública que será realizada na próxima terça-feira (24/08). Vamos debater essas e outras questões junto a pesquisadores, militantes e do movimento de estudantes indígenas da UnB sobre os desafios para a permanência desses jovens nas instituições de ensino.

A partir das 10h, será transmitida a audiência pública remota “Estudantes Indígenas e políticas de inclusão na Universidade de Brasília”.

A participação no evento confere certificado.

Transmissão pelo canal do Youtube da CLDF

Se inscreva!

Preenchendo o formulário acima você aceita receber comunicações do Fábio Felix relativas à Audiência Pública. Veja nossa política de privacidade.
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e, por isso, a política de privacidade e os termos de serviço do Google também se aplicam.

Obrigado por se inscrever!

Chame também seus colegas para a discussão.
Um bom debate só acontece com bastante gente querendo contribuir!

e pelas redes