A pandemia afetou ricos e pobres, mas foram os mais pobres, sem condições de manter alugueis ou condições básica, que caíram no alvo dos despejos. Governos desumanos e oportunistas como de Ibaneis Rocha promovem todos os dias ações truculentas para despejar famílias que não tem para onde ir.

O país com mais de 14 milhões de desempregados, baixa remuneração, alimentos da cesta básica inflacionados, não garante o básico para dignidade e não pode evitar que milhões recorram a ocupações! Além de desumano, é negligência governamental para reconhecer que este é um problema de Estado.

Mais do que o sonho da casa própria, o direito à moradia e a terra representa a luta de pessoas que são apagadas das políticas públicas. Famílias que vivem à margem da sociedade para sustentar um modelo financeiro que beneficia poucos. O problema é de décadas atrás: faltam políticas de moradia popular efetivas, desburocratização e acesso às benefícios socioassistenciais para garantir que famílias não se sujeitem a situação de rua para.

Se inscreva! Venha debater e defender a moradia para todas e todos viverem com dignidade.

Preencha o Formulário e se inscreva para participar da Audiência Pública

Obrigado!

Sua inscrição foi enviada com sucesso!