Hoje o Brasil recebeu com horror a notícia do ataque a quatro médicos em um quiosque da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Perseu Ribeiro de Almeida, Marcos Andrade e Diego Bonfim foram brutalmente executados. Daniel Sonnewend Proença, sobrevivente, segue internado em estado grave. Entre as vítimas dessa barbárie está o irmão da deputada Federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP), a quem nos dirigimos com solidariedade e apoio.

Autoridades da República como o presidente Lula e o ministro da Justiça, Flávio Dino, já se manifestaram sobre a importância de federalização deste crime por não descartarem a conexão com a atuação parlamentar de dois deputados Federais: Sâmia Bomfim (SP) e Glauber Braga (RJ), ambos do PSOL.

Nós, parlamentares da capital do País, nos somamos ao pedido de investigação rigorosa e de justiça para essas famílias. Deixamos registrado o nosso pesar e incondicional apoio à família de Sâmia Bomfim e Glauber Braga.

Assinam a nota a/os deputados:

Fábio Felix (PSOL-DF)

Max Maciel (PSOL-DF)

Chico Vigilante (PT-DF)

Gabriel Magno (PT-DF)

Ricardo Vale (PT-DF)

Dayse Amarílio (PSB-DF)