O deputado Fábio Felix (PSOL-DF) convida para o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa e Proteção dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e das Religiões de Matriz Africana. A solenidade será realizada amanhã (13/4), no Auditório da Câmara Legislativa, às 19 horas.

“O Brasil é um Estado laico, sua composição jurídica não segue nenhum preceito religioso e deve respeitar igualmente todas as formas de crença, credo, religião ou ausência destas. Contudo, mesmo com as garantias constitucionais para a liberdade de culto, as religiões de matriz africana e seus praticantes sempre foram alvo de diversos episódios de agressões, ódio e discriminação. Por isso, a Frente Parlamentar é fundamental para enfrentar as violações a que esse público está submetido”, enfatiza Fábio Felix.

O evento entregará Moção de Louvor para diversas Lideranças das Religiões de Matrizes Africanas e Povos de Terreiro que se destacaram pela prática de trabalhos sociais impactantes para toda a comunidade do Distrito Federal e do Entorno.

Também compõem a Frente Parlamentar os deputados Max Maciel (PSOL-DF), Chico Vigilante (PT-DF), Dayse Amarilio (PSB-DF), Ricardo Vale (PT-DF) e Gabriel Magno (PT-DF).

Roda de Candomblé abre o lançamento da Frente


As Religiões de Matriz Africana têm papel importante especialmente na educação sobre a história regional e nacional, uma vez que garantem a memória e a manutenção das culturas dos povos vindos da África para o Brasil na condição de escravizados. Pensando nisso, o nosso mandato promove desde 2019 uma Roda de Candomblé e Umbanda na Câmara Legislativa, que geralmente realiza Cultos Evangélicos e celebrações Católicas, mas nunca havia recebido uma celebração afro-religiosa.

O momento recebe diferentes nomes a depender da “nação” que o pratica, podendo ser chamado como “Gira”, “Xirê”, “Sikassambi”, “Jimberessu”, dentre outros. Neste ano, a Roda de Candomblé e Umbanda precede o evento de lançamento da Frente Parlamentar, será às 18h na Praça da CLDF.