O presidente da Comissão de direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF, deputado Distrital Fábio Felix (PSOL), pediu que a Secretaria de Saúde apure as falhas que levaram ao falecimento do paciente Warlley Eduardo Pires. Ele tinha síndrome de down e morreu após buscar atendimento na UPA II do Setor O (Ceilândia).

Maria de Lourdes Pires, mãe de Warlley, relata que ele passou mal e começou a se debater no chão da UPA. Ela conta, ainda, que os profissionais observaram a situação e não prestaram socorro. De acordo com a denúncia que chegou à Comissão de Direitos Humanos, o jovem começou a perder os sinais vitais e morreu na UPA.

“Nós demos um prazo para que a Secretaria de Saúde encaminhe respostas a essa Comissão sobre as falhas que levaram à morte do Warlley. Pedimos a apuração dos fatos relatados, os registros de todo o atendimento realizado pela unidade de saúde, a responsabilização dos envolvidos e indicações de medidas que serão adotadas para prevenir a ocorrência de episódios graves como esse”, destaca Fábio Felix.

Confira a íntegra do ofício:

SEI_CLDF-1085044-Oficio