Fábio Felix foi novamente diplomado deputado distrital nesta segunda-feira (19.12), em cerimônia do Tribunal Regional Eleitoral no Centro Ulysses Guimarães. Eleito com 51.792 votos, o parlamentar é o mais votado da história do Distrito Federal e agora segue para o segundo mandato.

Alexandre A. Bastos/Mandato Fábio Felix


Ao ser convidado para o palco, Fábio desfilou com a bandeira LGBTQIA+ e recebeu apoio do público, “ei fascista, segura essa vitória! Um LGBT é o mais votado da história”, ovacionou em coro a plateia.


O parlamentar iniciou o discurso agradecendo aos militantes do PSOL, seu partido, e da Rede, que compôs a federação nesta eleição. Agradeceu também aos eleitores e aos familiares. Em seguida, ele enfatizou a importância da sua conquista histórica. “É motivo de orgulho pra mim e sei que para centenas de milhares de pessoas do DF. É a demonstração que a democracia não morreu e só com ampla democracia que conseguiremos eleger cada vez mais mulheres, LGBTS, negros e negras, indígenas”, afirmou.


O deputado relembrou 4 anos de governo Bolsonaro e como foi árduo o embate contra um presidente abertamente homofóbico. “Estamos em um dos países que mais mata LGBTS no mundo. Ao lutarmos por representatividade, cidadania e políticas públicas, defendemos o nosso direito básico e inegociável a vida”, disse Fábio emocionado.


Os ataques constantes ao sistema eleitoral, as manifestações golpistas e os atos terroristas praticados por membros da extrema direita também foram amplamente repudiados. Além disso, Fábio reafirmou o compromisso em seguir construindo um Distrito Federal mais justo. “É preciso trabalharmos de verdade pelo povo mais pobre da nossa cidade e enfrentar a desigualdade. Mesmo com um orçamento de R$53bi, somos uma das unidades da federação mais desiguais do país, isso precisa mudar”.


Para finalizar, o parlamentar ressaltou que a cerimônia de diplomação é a certificação da vontade popular expressa nas urnas e a celebração da vitória dos que defendem verdadeiramente liberdades democráticas. Ele também reafirmou o compromisso de seguir atuante contra toda e qualquer movimentação golpista. “Honrarei com independência, coragem e altivez este mandato. Tenho orgulho de dizer que mesmo em meio a tanto autoritarismo e fundamentalismo, um gay assumido é o deputado distrital mais votado da história do DF!”, concluiu Fábio, muito aplaudido pelos presentes.

Foto: Alexandre A. Bastos/Mandato Fábio Felix