Em defesa das LGBTI+ durante a crise do coronavírus

A LGBTfobia segue massacrando a nossa comunidade mesmo durante a pandemia. A marginalização social e institucional que recai diariamente sobre pessoas LGBTI+ agrava ainda a situação de vulnerabilidade social durante esse período difícil que enfrentamos. Diante do aprofundamento da pobreza e da alta demanda por assistência, o nosso mandato apresentou uma série de recomendações para que […]

19 jun 2020, 17:45 Tempo de leitura: 1 minuto, 5 segundos
Em defesa das LGBTI+ durante a crise do coronavírus

A LGBTfobia segue massacrando a nossa comunidade mesmo durante a pandemia. A marginalização social e institucional que recai diariamente sobre pessoas LGBTI+ agrava ainda a situação de vulnerabilidade social durante esse período difícil que enfrentamos.

Diante do aprofundamento da pobreza e da alta demanda por assistência, o nosso mandato apresentou uma série de recomendações para que a Secretaria de Desenvolvimento Social adote como medidas de proteção à população LGBTI+ que estão em condições de risco para suas vidas.  

As pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e trans continuam sendo expulsas de casa e violentadas dentro do ambiente doméstico de forma muito mais dura neste período difícil de isolamento. O poder público não pode esquecê-las!

Confira nossas recomendações ao governo do DF feitas durante o mês do Orgulho LGBT: 

• Reforço ao atendimento no CREAS Diversidade e no Ambulatório Trans;
• Garantia, nas medidas de distribuição de cestas básicas, de pontos de distribuição acessíveis à população LGBTI;
• Ampliação do horário de funcionamento da DECRIN;
• Garantia vagas para LGBTs expulsos de casa ou em situação de vulnerabilidade social nos programas de hospedagem temporária 

Confira o texto na íntegra:

INDICAÇÃO-LGBT-