Se temos certeza de alguma coisa é que o ministro da Educação é muito ruim. Seu projeto privatista e elitista é tão desprezado pela população que até Bolsonaro tem recuado – nas últimas semanas não se fala em outra coisa senão na possível substituição de Abraham Weintraub. E ainda que os rumores indiquem a troca por um ministro do governo Temeroso, não podemos deixar de relembrar a importância que as manifestações de Maio e Junho pela Educação tiveram neste processo.

Estivemos nas ruas, ao lado de todos e todas, lutando contra os cortes nas Universidades e Institutos Federais.  Foram milhões de pessoas em mais de 130 cidades, de 25 estados e do DF fazendo história.

O GDF não passou longe das tentativas de retrocesso do governo federal na Educação: primeiro propondo a restrição no Passe Livre, numa tentativa de dificultar o acesso à educação de milhares de famílias no DF. Fizemos uma Comissão Geral com estudantes, parlamentares e Secretários e batalhamos no plenário até derrubar a proposta. Depois, o governador trouxe uma eleição desigual para a militarização de 10 escolas públicas, e depois ao tentar desrespeitar a decisão daquelas instituições que foram contra a implementação do projeto. Felizmente, com a nossa atuação junto ao sindicato de professores, com a subcomissão do Observatório da Militarização das Escolas, revertemos a situação para as escolas que votaram negativamente.

Ainda no cenário distrital, o governador Ibaneis enviou proposta para reduzir recursos do Fundo de Apoio à Pesquisa do DF (FAP), mas conseguimos derrubar esta determinação, prevendo a realocação de recursos apenas para 2019. Os investimentos para a pesquisa do DF não irão parar!

Conheça nossa Newsletter!

Inscreva-se para receber informações toda semana sobre o trabalho do mandato na Câmara Legislativa do DF.

Obrigado! Sua inscrição foi confirmada.